Comunicado

Como é do conhecimento geral, Portugal trava uma luta contra a propagação do vírus Covid-19.

Face a este cenário e seguindo as recomendações e apelos governamentais, a NAIC mudará o formato das suas celebrações durante as próximas duas semanas, reavaliando, posteriormente, a evolução da epidemia e o eventual regresso ao formato original após este período.

Confiamos na soberania de Deus, entendemos a responsabilidade que temos diante da sociedade e, como Comunidade, a nossa preocupação é o bem-estar de quem nos visita e dos membros pelos quais nos sentimos responsáveis. É nosso dever sermos sábios e prudentes, nomeadamente quando somos avisados de eventuais perigos – “A pessoa perspicaz percebe o perigo e busca refúgio; o incauto segue adiante e sofre todas as consequências.” – Provérbios 27:12.

Como resultado de toda a atual conjuntura e com o objetivo de servir o país e a igreja, nos próximos domingos, até novas indicações, a nossa celebração só ocorrerá no formato online, pelas 10h30 – youtube.com/c/NAICTv/live

Tendo como intuito reduzir os comportamentos de risco, evitaremos ao máximo concentrar pessoas em espaços reduzidos e fechados. Todas as nossas reuniões presenciais, que envolvam um número considerável de pessoas, só ocorrerão em formato online.

Esta é uma nova realidade que, como igreja, temos de saber enfrentar e à qual temos necessariamente de nos adaptar.
A igreja continuará a ser um lugar de refúgio e a nossa voz continuará a ser uma voz de esperança para todos. Deus é quem conservará em paz os nossos corações. Manter um espírito calmo e uma paz interior não é tarefa fácil num século tão adoecido, contudo, apesar de toda a agitação social, recordemo-nos da seguinte promessa:

“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco.” (Filipenses 4:6-9).

NAIC Portugal
Lisboa, 13 de março de 2020
Revisto no dia 01/04/2020

covid19.min-saude.pt/